Delcídio Amaral (PT) ameaça delatar Aécio Neves (PSDB), diz Noblat

07/03/2016 02h19
O jornalista Ricardo
Noblat, de O Globo, noticiou em seu blog que o senador Delcídio Amaral (PT-MS)
ameaçou delatar Aécio Neves (PSDB-MG).
 Delcídio foi o primeiro
senador da República a ser preso durante o mandato. Isso só foi possível porque
o STF, o MPF e a PF entenderam ser um caso flagrante de obstrução da Lava Jato.
Se não quiser levantar
suspeitas, Aécio Neves tem a obrigação de liderar o processo de cassação do
petista.
Leia o que diz Noblat:
“Delcídio ainda não
assinou a delação. Mas os principais pontos dela foram esboçados por ele. São
28 pontos. Um se refere a Aécio Neves, senador e candidato derrotado na eleição
presidencial de 2014.
Resultado do esforço de
Delcídio em tocar barata voa no Senado: o relator do seu processo de cassação
foi trocado. O próximo será um amigo seu. Cresce a legião de senadores
favorável ao arquivamento do processo.”
O senador Ataídes de
Oliveira (PSDB-TO), que era relator da cassação de Delcídio, foi retirado do
caso.
Hoje o Painel da Folha
noticiou um acordo geral postergando a perda de mandato do petista.

Delcídio será o primeiro
senador da República a cumprir mandato de tornozeleira eletrônica.

Sobre o Autor

Allyne Ribeiro