O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), respondeu por meio das redes sociais nesta quinta-feira (19/11) aos xingamentos do prefeito do Rio de Janeiro e candidato à reeleição, Marcelo Crivella (Republicanos). Segundo o tucano, Crivella “se apequena” ao usar palavrões e preconceito para se referir a um governador.

“Lamento que o prefeito do Rio de Janeiro, um pastor que deveria ser um exemplo, faça ataques, use palavrões e o preconceito para se referir a um governador. O prefeito Crivella se apequena e lamentavelmente encerra seu ciclo de forma melancólica”, escreveu.

Na noite de ontem (18), durante reunião do partido, Crivella chamou Doria de “vagabundo” e “viado”.
Em um vídeo publicado em rede social, o atual prefeito da cidade rebate uma mulher que fez críticas às organizações sociais que atuam na área da Saúde.

O prefeito carioca disparou: “Eu entrei na Justiça contra esses vagabundos. Tinha dinheiro para pagar aos funcionarios, eles pegaram e pagaram fornecedor, que tinha que pagar dia 10 de dezembro. E faltou dinheiro. Todas essas OSs (inaudível)… Sabe de quem é essa OSS (Organizações Sociais da Saúde) de São Paulo? É do Doria. Viado! Vagabundo!”

Após o ocorrido, Crivella emitiu uma nota de pedido de desculpas ao governador. “A fala foi um momento de revolta pela OS reter o salário de médicos e enfermeiros mesmo tendo recebido da prefeitura. Em tempos de pandemia isso pode custar vidas. Marcelo Crivella pede desculpas pelos excessos, e ao governador João Doria”, diz o trecho do documento.

Correio Braziliense / Imagem: Reprodução