AFNEWS
AFNEWS


Hoje (05) o ex-ministro da saúde Nelson Teich depõe no CPI da COVID-19, falando sobre as possíveis falhas na condução do governo Bolsonaro na pandemia. A CPI conta com os depoimentos de todos os ex-ministros da saúde durante a crise sanitária.A Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga a condução de políticas públicas na pandemia retomou os trabalhos na manhã desta quarta-feira. O ex-ministro da Saúde Nelson Teich, segundo titular da pasta no governo de Jair Bolsonaro, está prestando depoimento um dia depois de a CPI ter ouvido Luiz Henrique Mandetta.

Durante as perguntas na CPI do COVID-19 senador Ciro Nogueira (PP-PI) inicia uma pequena discursão com a senadora Eliziane Gama (Cidadania-MA), pois o senador não gostou que a senadora fizesse uma pergunta antes que ele, assim iniciando uma grande discursão sobre o lugar de fala e a legitimidade das mulheres naquela CPI. Diante dos fatos a CPI foi suspensa temporariamente enquanto os ânimos dos senadores acalmavam.

Durante seu depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito nesta quarta-feira, o ex-ministro da Saúde Nelson Teich explicou por que ficou apenas 29 dias à frente da pasta. Teich também disse que teve divergências com o presidente sobre a implementação da cloroquina como tratamento precoce.