Corpos encontrados em caminhão eram de chineses, diz polícia

As 39 pessoas encontradas mortas, na madrugada de quarta-feira (23/10), dentro de um conteiner refrigerado eram de nacionalidade chinesa, segundo informações da polícia britânica. Do total, 31 eram homens e 8, mulheres. Os corpos estavam em um caminhão no Parque Industrial Waterglade, em Grays, no condado de Essex, no sudeste do Reino Unido. O motorista Mo Robinson, de 25 anos, segue preso sob acusação de assassinato.

As autoridades realizaram ainda na noite dessa quarta-feira (23/10) buscas em três propriedades em Co Armagh, na Irlanda do Norte, que podem estar relacionadas ao suspeito. A polícia explica que o caminhão veio da Bélgica, mas está registado na Bulgária. Os investigadores belgas referiram, entretanto, que ainda não é claro quando é que as vítimas foram colocadas lá e se isso aconteceu em território belga.

Acompanhe o caso

Polícia encontra 39 pessoas mortas em caminhão e prende motorista

De acordo com a apuração, o container entrou no país pela cidade de Holyhead, no País de Gales, no domingo (20/10), tendo como origem Dublin, capital da República da Irlanda. “O caminhão [dirigido por Mo Robinson] coletou o conteiner, que havia viajado de Zeebrugge, no porto de Purfleet por volta das 12h30 do dia 23 de outubro. O caminhão com o reboque deixaram o porto logo após às 1h05”, disse a corporação em nota.

Os policiais afirmam que foram acionados por socorristas do Leste da Inglaterra para uma ocorrência no Parque Industrial Waterglade, na Eastern Avenue, com o relato de que as 39 pessoas foram encontradas mortas no interior do caminhão. Acreditava-se que se tratavam de 38 adultos e um adolescente, no entanto, foi confirmado depois que era uma mulher adulta jovem.

As informações são do Metrópoles.