Em uma manifestação pacífica e que desafia o decreto estadual de combate a disseminação do coronavírus, comerciantes e líderes religiosos com seus seguidores devem realizar ainda nesta terça-feira 23 de março um ato em frente a praça da Igreja Matriz de Araripina para pressionar o governo a reabrir as atividades comerciais e a volta das celebrações dos cultos presenciais. Segundo informações divulgadas no perfil da CDL em uma rede social, o evento contará com o apoio do Conselho de Pastores local, bem como da própria entidade Logista e está marcado para iniciar as 17:00 horas.

Em diversos estabelecimentos aqui da cidade foi fixado pelos comerciantes um cartaz enfatizando a essencialidade da igreja e do comércio. Inicialmente pensava-se tratar de uma manifestação silenciosa, ou seja, apenas um cartaz para mostrar a indignação pela suspensão das atividades, mas, vemos que tudo caminha para a realização desse ato mais desafiador.

As medidas mais rígidas que foram adotadas no estado afetam também os ambulantes. Diversos profissionais liberais tem ligado para programas de rádio reclamando dessa situação, o governo deve nos próximos dias começar a liberar os pagamentos de um auxilio prometido a estas classes, mas o valor ainda que necessário é insuficiente paras e fazer uma feira decente.

Já o decreto que segue até o próximo dia 28 aqui no estado poderá ser prorrogado caso continue a ser registrado contaminações e mortes nessas cidades. Nesse caso é claro que mais protestos irão acontecer não só aqui em Araripina, como em todo o Pernambuco.

Redação Araripina em Foco / Imagem: Reprodução