Com discursos de campanha, Convenção do PMDB em Petrolina é marcada por recados à oposição

24/07/2016 14h43
Foi realizada na noite deste
sábado, (23), a convenção do PMDB que definiu a chapa que vai concorrer à
Prefeitura de Petrolina.
O ex-secretário de Habitação
Edinaldo Lima, e o ex- secretário de Ciência e Tecnologia de Petrolina, Newton
Matsumoto, compõem a chapa do PMDB.
Quatro partidos farão parte
da coligação reunindo mais de 60 candidatos que deverão concorrer a uma vaga na
Câmara Municipal: PMDB, PHS, PPS e PSL. 
A convenção reuniu mais de mil pessoas no Espaço de Eventos do Centro de
Convenções da cidade.
O evento também contou com a
presença de vereadores municipais, além de candidatos a prefeito e vereadores
de outros municípios vizinhos, à exemplo de Lagoa Grande e Afrânio e Santa
Cruz.
Quem abriu os discursos da
convenção, foi o presidente do PMDB Júlio Lóssio Filho, que enfatizou o nome de
Edinaldo Lima alegando que ele foi a melhor escolha para o grupo político e não
deixou de responder ao deputado Guilherme Coelho sobre os recentes comentários
de que Osvaldo Coelho deixou apenas um filho e não dois.
“Edinaldo é simples e
direito como Osvaldo Coelho, enquanto muito políticos no Brasil decepcionam.
Essa é uma eleição do passado, presente e futuro. E outra, podem ficar com a
herança de Dr. Osvaldo, com os bens dele, mas nesse grupo nós temos o legado de
Dr. Osvaldo, nós temos o sonho dele”, disse.

Representando o PMDB de
Petrolina, o atual prefeito Julio Lossio e os candidatos concorrentes da chapa
reforçaram o compromisso do trabalho e da continuidade, além de enfatizar
respostas ao ex-vice prefeito Guilherme Coelho, que na semana passada,
mencionou o ex-deputado Osvaldo Coelho, alegando que ele deixou apenas um
herdeiro e não dois, direcionando sua frase ao prefeito Lossio, que respondeu o
deputado Guilherme Coelho.
“Cuidado com o que dizem.
Ouvi as palavras do deputado Oswaldo Coelho, não preciso falar o que ele disse,
eu sei onde ele estaria agora. Eu sei onde ele estaria e sei muito mais onde
ele não estaria. Eu fiquei muito feliz quando ouvi dizer que eu não sou filho
de Oswaldo porque a minha mãe é muito direita. Agora, eu não tenho medo de
dizer que nesses 20 anos eu fui o melhor amigo de Oswaldo Coelho e ele foi o
meu melhor amigo. Eu estive com ele em todos os momentos nos bons e nos ruins.
De fato eu não sou herdeiro dele, mas o sonho dele era que eu fosse prefeito.
Gente, o que a gente deixa de herança é o que a gente compra. O que a gente
deixa de herança é o patrimônio que a gente faz. Vocês não são propriedades
para ser herdada por ninguém, vocês são filhos dessa cidade. Tem gente que diz
ama Petrolina, mas não mora aqui, o que eu posso fazer?, disparou Julio Lossio.
O vice Newton Matsumoto
apresentou argumentos que afirmam o motivo de ser o escolhido para permanecer
ao lado de Edinaldo Lima.
“Julio Lossio me ensinou uma
filosofia da unidade, uma pessoa é eleita não para benefício próprio e as
riquezas devem ser compartilhadas com a população, eu acompanhei Julio Lossio e
Edinaldo Lima e sei quais as necessidades dessas pessoas e estou muito feliz de
estar aqui hoje “, disse Matsumoto.

Quem encerrou a convenção,
foi o candidato do PMDB a prefeito Edinaldo Lima que reforçou as ações
realizadas durante a gestão e deixou um recado aos concorrentes.
“Quando iniciei no governo
Julio, marcamos o Centro de Convenções como um espaço para reunir  as famíliaconvencao3s e
o local da convenção não
poderia se outro eu queria estar, não num auditório com ar-condicionado onde
geralmente fazem as conferências e convenções partidárias. Mas eu queria estar
no local onde eu tive a oportunidade de estar muitas vezes e nós Júlio, quando
iniciamos o seu governo, tivemos a oportunidade de ter esse auditório cheio de
pessoas. Retorno nesse meso lugar dizendo que o sonho precisa continuar e a
esperança não pode morrer, e preciso da ajuda de Julio Lossio porque ele esteve
ao lado de Osvaldo Coelho até o fim. Não são como muitos, fui um secretário que
preferiu ficar na Rua e não em uma sala com ar-condicionado, Osvaldo Coelho
confiou em Julio para que ele pudesse assumir a cidade e eu quero a mesma
confiança do atual gestor, não podemos escolher o candidato por ele ser o mais
bonito e nem aquele que faz política como se fosse um patrimônio, um bem
pessoal”, finaliza Edinaldo Lima. Blog Edenevaldo Alves 

Sobre o Autor

Allyne Ribeiro