Coluna da quarta-feira: Operação Paradise, os resultados começam a aparecer

Por - 03/06/2015

Araripina

Funcionários são afastados pela justiça
A Justiça
Federal em Pernambuco, afastou, por 180 dias, seis funcionários
públicos da prefeitura de Araripina
. A medida visa evitar interferência da coleta de provas da
operação “Paradise”, que apura
indícios de desvio de recursos do Ministério da Educação (MEC) que deveriam ser
destinado a obras na cidade.
Para os que achavam que não iria dar em nada essa operação, vejam a resposta estampada na cara de todos que faziam uma defesa sem pé e sem cabeça, quero ver agora qual vai ser o discurso. Essa semana na coluna da segunda-feira vi uma pessoa ligada a prefeitura fazer um comentário dizendo que o texto escrito por esse meio de comunicação era chulo, mas eu queria dizer a ele que chulo são pessoas nessa cidade que vivem de comer dinheiro de prefeitos, entra um sai outro e eles lá agarrados no osso como se fossem cachorros, e o povo de Araripina sofrendo com os desmandos desses que dizem que amam essa cidade. Mas eu queria também perguntar a ele, o que ele acha de toda essa roubalheira na prefeitura de Araripina? Responda-me senhor dona da verdade  
O texto o qual ele se referia era esse >

Coluna da segunda-feira “Unidos mais do que nunca. Será?” 

Até o vereador Francisco Edivaldo se referiu a essa redação nos acusando de colocar palavras na boca dele, acredito eu senhor vereador que não somos nós do Araripina em foco que colocamos nem palavras e muito menos estamos envolvidos em escândalos de desvio de verbas federais destinadas a construção de Creches e escolas no município de Araripina. Agora faço minhas as palavras de todos vocês, quem dever que pague!
Até breve…
É
preciso desarmar os palanques pelo bem de Pernambuco
As eleições do ano passado
pelo governo de Pernambuco tinham tudo pra ser uma disputa acirradíssima entre
Paulo Câmara e Armando Monteiro. Porém, a morte do ex-governador Eduardo Campos
modificou drasticamente a sistemática da eleição, que culminou na vitória
acachapante de Paulo Câmara sobre Armando Monteiro.
Apesar da vitória da
Frente Popular no estado, no segundo turno a vitória de Dilma Rousseff deu
sobrevida política a Armando Monteiro. Com a montagem do ministério, Armando
ficou mais fortalecido ainda ao assumir o cargo de ministro do Desenvolvimento,
Indústria e Comércio Exterior.
Armando, por questões de
saúde e de agenda, acabou deixando a política local em segundo plano nos
primeiros meses de 2015, permitindo que o governador Paulo Câmara tivesse uma
trégua de mais de quatro meses para estabelecer seu governo. Mesmo assim, a
oposição seguiu fazendo severas críticas ao governo do PSB.
A trégua pessoal de
Armando acabou esta semana quando em entrevista afirmou que o governador Paulo
Câmara não tem lhe procurado para tratar das questões do estado. Além disso fez
inúmeras críticas ao governo do PSB, chegando a afirmar que a gestão vai mal e
há um descontrole do Pacto Pela Vida.
A postura crítica de
Armando não condiz com um ministro de estado, também não condiz com um
governador a altura de Pernambuco a decisão de não procurar fazer parcerias com
o governo federal através de Armando Monteiro. Tanto Paulo quanto Armando, cada
um em seus respectivos cargos, precisam trabalhar em sintonia pelo bem de
Pernambuco.
Isso não significa que
haverá adesão de qualquer uma das partes, mas que eles estarão respeitando a
vontade das urnas que permitiu ao PSB no estado e ao PT no país mais quatro
anos de governo. E pelo bem de Pernambuco eles estão condenados a se entender.

Por Edmar Lyra


Blatter só renunciou porque está na mira do FBI-

ENRIQUE DE LA OSA: FIFA President Joseph
O FBI e procuradores dos Estados Unidos estão investigando o presidente da Fifa, Joseph Blatter, que anunciou a renúncia do cargo nesta terça-feira, informou a rede ABC News, citando fontes familiarizadas com o caso.

A Reuters não pôde confirmar imediatamente a informação.
Blatter anunciou sua decisão seis dias após a polícia suíça prender dirigentes da Fifa como parte de uma investigação sobre corrupção. Blatter foi reeleito para um quinto mandato como presidente da entidade na sexta-feira passada.


Armando diz que permanece no PTB e critica Câmara-

:
Com os dirigentes do DEM e do PTB desistindo da ideia de fusão entre as duas legendas, o ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto (PTB-PE) disse que a tentativa de junção das duas siglas foi um “ensaio” que “não prosperou” e que com isso ele não pensa em sair da legenda trabalhista; “Se não vai haver a fusão porque eu vou sair de onde estou? E como a fusão pifou eu estou me sentindo à vontade num partido que a gente construiu aqui e que tem certa expressão”, disse; ele também criticou o governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) que, segundo ele, nunca procurou o seu ministério em busca de solução para alguma demanda estadual.


‘Brasil não tem estrutura prisional para reduzir
maioridade penal’ diz Pedro Peduzzi, da Agência Brasil –

:
O sistema prisional brasileiro não tem estrutura para
dar conta do aumento projetado para a população carcerária, caso a redução da
maioridade penal seja aprovada pelo Congresso Nacional e sancionada pela
Presidência da República. A opinião é de autoridades e pesquisadores que
participaram hoje (3) do lançamento do Mapa do Encarceramento: os Jovens do
Brasil.

De acordo com a autora da pesquisa, Jacqueline
Sinhoretto, a superpopulação carcerária é uma realidade em todo país.
“Todos estados brasileiros já estão com superpopulação carcerárias. A
média do Brasil é 1,7 preso para cada vaga, a um custo variando entre R$ 2 mil
e R$ 3 mil por preso. Em Alagoas, a média é 3,7 presos por vaga. No entanto há
unidades com índice superior a cinco presos por vaga”, informou a
pesquisadora.

Perguntar não ofende – Se a gestão do prefeito Alexandre Arraes é modelo porque tanta maracutaia?