Chacina: Por ciúmes, homem mata ex-mulher e mais três pessoas no Piauí

Por - 05/10/2015
        Avó e neta foram mortas no quintal da casa.
O crime bárbaro chocou a população da pequena cidade de
Madeiro, na região norte do Piauí. De acordo com informações de populares, a
chacina aconteceu por volta das 4h da madrugada de domingo (04/10) quando um
homem de nome Manoel Lenílson dos Santos Sousa teria invadido uma residência na
localidade Pote Seco, na zona rural do município, e assassinado a facadas e
pauladas a ex-mulher, uma ex-cunhada, a avó das duas irmãs e um homem que
também estava no local.
Segundo a Polícia Civil, a residência era utilizada
como um “terreiro de umbanda”. O acusado teria esperado uma sessão religiosa
encerrar, para iniciar a matar as vítimas. A ordem dos assassinatos e a
dinâmica da chacina ainda não foram divulgadas pela perícia. A ex-mulher do
assassino identificada como Teresinha de Jesus Pereira Sousa, de 32 anos de
idade, a irmã dela Francisca das Chagas dos Santos Pereira, de 21 anos, e a avó
das duas de nome Maria França, de 73 anos, foram assassinadas a facadas.
O homem que também estava na residência foi morto a
pauladas. Ele residia em Esperantina (PI) e foi identificado como Francisco de
Assis Araújo, de 42 anos de idade. Segundo populares, o mesmo era delegado de
umbanda e sempre frequentava a casa na zona rural de Madeiro. Após o crime, o
acusado fugiu levando consigo as armas utilizadas na chacina.
“A ex-mulher do acusado e a idosa foram encontradas
mortas ao lado da residência. Já o corpo do delegado de umbanda foi encontrado
na porta da casa, enquanto a jovem de 21 anos estava dentro de um dos quartos
do imóvel. Recebemos a ligação às 5h40min da manhã e nos deslocamos para o
local juntamente com a Polícia Militar e realizamos o isolamento”, explicou o
policial civil de Luzilândia, Tarso Gomes.
Depois da chacina, guarnições da Polícia Militar
iniciaram diligências visando capturar o acusado. Nas primeiras horas da manhã
a PM recebeu a informação de que Manoel Lenílson havia tirado a própria vida na
localidade Chapada do Pinto, zona rural do município de Joca Marques
“Averiguamos essa informação, mas não encontramos. Além
de Chapada do Pinto, estivemos na localidade Olho da Água Grande, porém não
tivemos nenhuma pista para onde o assassino fugiu.
 Vamos continuar as
diligências visando localizar e prender este homem”, afirmou o sargento Antônio
da Rocha, da Companhia de Polícia Militar de Luzilândia (PI).
A chacina foi presenciada por duas crianças que estavam
na residência, uma delas é filho do acusado e possui apenas 11 anos de idade.
“Eu tava dormindo e me acordei com o grito da minha
mãe. Quando eu olhei, tava minha avó, minha tia, minha mãe e outro homem no
chão mortos. Aí eu corri e perguntei: pai, porque o senhor fez isso? Depois
disso, ele saiu correndo”, explicou o garoto de aproximadamente 11 anos de idade,
filho do acusado e de Teresina de Jesus, morta na chacina.
O pai da ex-mulher do acusado relata que a motivação da
chacina teria sido por ciúmes. Ele confirma que Manoel Lenílson era apaixonado
por Teresinha de Jesus, porém não aceitava a separação. Segundo ele, enquanto
estavam juntos, o casal tinha constantes brigas, inclusive com agressões.
“A minha mãe trabalhava há muito tempo na umbanda. E
nesta noite, eles estavam realizando um trabalho juntamente com este delegado
de Esperantina. Quando terminou e todo mundo foi embora, ela ficou com as duas
netas e aconteceu isso tudo. O crime não tem envolvimento com a religião, e sim
só ciúmes dele com minha filha”, disse o filho da idosa e pai das duas
mulheres.

Uma equipe do Instituto de Criminalística esteve no
local realizando a perícia no local. O Instituto Médico Legal realizou a
remoção dos corpos para o posto avançado do IML de Parnaíba.
Fonte: Meio Norte