SUSPEITO CASO BEATRIZ ARARIPINA EM FOCO
SUSPEITO CASO BEATRIZ ARARIPINA EM FOCO


Retrato falado do suspeito de matar a menina Beatriz Angélica de sete anos em 2015, viralizou esses fim de semana nas redes sociais. O caso corre em segredo de justiça e até hoje está sem solução. Exibido em rede nacional pela TV Record neste domingo (30), em um trabalho feito por peritos dos Estados Unidos para chegar à foto atual. Está sendo oferecida uma recompensa de R$ 30 mil pela informação que leve ao suposto assassino.

A menina é da cidade de Petrolina, o caso teve repercussão internacional devido a brutalidade com que foi encontrado o corpo de Beatriz de apenas sete anos de idade.

O crime aconteceu durante a formatura de sua irmã mais velha, que contou com a presença de cerca de 2.500 pessoas, Beatriz pediu permissão a sua mãe para tomar água em um bebedouro que ficava em baixo da quadra onde o evento acontecia. Seus pais notaram sua ausência cerca de meia hora depois, e seu pai interrompeu a apresentação de uma banda para chamar por ela. “Beatriz, ô minha filha, onde é que você está? Ô Bia. Está todo mundo procurando por você”

Logo apos fala do pai procurando por Beatriz as buscas pela menina começaram imediatamente, tendo seu corpo sido encontrado numa sala desativada pelas 22h50min. O corpo apresentava ferimentos de faca no tórax, membros superiores e inferiores. A faca usada no crime foi encontrada próximo à criança. O laudo constou que o corpo de Beatriz apresentava 42 facadas, um ato de extrema violência. A polícia relata que a menina não foi assassinada no local onde foi encontrada.