(FILES) In this file photo taken on July 04, 2018, Ciro Gomes, Brazilian presidential candidate for the Democratic Labour Party, gestures during a meeting with businessmen from the National Confederation of Industry (CNI) in Brasilia. Gomes will run for the Brazilian presidency for the third time on October 7, 2018, trying to fill the vacuum left by Brazilian former president (2003-2011) Luiz Inacio Lula Da Silva, who led the vote intention even after being imprisoned. / AFP PHOTO / EVARISTO SA

A justiça determinou a venda de uma caminhonete Toyota Hilux do ex-ministro Ciro Gomes (PDT) para que ele arque com parte da indenização à qual foi condenado a pagar ao vereador Fernando Holiday (DEM) por tê-lo chamado de “capitãozinho do mato”. 

Danos morais

Em fevereiro de 2019, Ciro foi condenado em primeira instância no processo no qual Holiday, ligado ao MBL (Movimento Brasil Livre), pede R$ 38 mil de indenização por danos morais.

“Imagina, esse Fernando Holiday aqui. O capitãozinho do mato, porque é a pior coisa que tem é um negro que é usado pelo preconceito para estigmatizar, que era o capitão do mato do passado’, declarou o ex-governador do Ceará em entrevista à Rádio Jovem Pan em junho de 2018. A defesa do vereador Holiday tem 10 dias para decidir se fica com o veículo ou o coloca em leilão.

Agência Brasil/Foto: Reprodução