Canto de Araripina e Conselho Tutelar estreitam parceria

Devido à recente posse de novos Conselheiros Tutelares, o Canto Mãe Coruja de Araripina, Sertão, visualizou a necessidade de um momento para apresentá-los os objetivos do Programa Mãe Coruja. No encontro, os profissionais trataram sobre a importância de estabelecer parceria, além de chamar atenção para os indicadores de gestantes adolescentes acompanhadas, crianças sem registro de nascimento,  processo de trabalho e ações desenvolvidas entre técnicas do Canto e professoras do Círculo de Educação e Cultura (CEC).

Na oportunidade, os Conselheiros reconheceram públicos afins e foi pontuado situações em que possa acontecer os encaminhamentos entre os serviços:

O que o Conselho Tutelar pode referenciar ao Programa Mãe Coruja: 

  • Identificação de adolescentes gestantes, vítimas de violência ou não;
  • Gestantes identificadas no grupo familiar;
  • Ações educativas em instituições (foco: mulheres gestantes ou primeira infância);

Situações em que o Canto Mãe Coruja pode referenciar ao Conselho Tutelar:

  • Situações de reconhecimento de paternidade;
  • Recém-nascidos sem registro de nascimento;
  • Gestantes adolescentes em evasão ou dificuldades de vincular-se a escola;
  • Negligência, omissão de cuidados com pré-natal e com a saúde da criança (puericultura, imunização e proteção).

Blog Mãe Coruja / Foto: Divulgação