InícioAraripina em FocoCaldeirão Grande do Piauí parou para homenagear o jovem Jair Costa, assassinado...

Caldeirão Grande do Piauí parou para homenagear o jovem Jair Costa, assassinado por engano; veja as imagens


Adaptação complementar Allyne Ribeiro l Fonte: Fronteiras Online/ fotos 

Caldeirão Grande do Piauí
ficou pequena para a multidão de pessoas da cidade e da região que compareceram
ao velório e sepultamento do adolescente Jair Eugênio da Silva Costa,  assassinado por engano na noite da terça-feira (26) em um crime com características de
pistolagem.
A rua da casa de Jair
Costa foi insuficiente para acomodar a infinidade de pessoas que foram dar a
última despedida ao jovem citado por todos como uma pessoa alegre, de muitas
amizades e apaixonado por vaquejada.
Uma cerimônia evangélica
foi presidida pelo Pastor Jaime Agripino na residência dos pais de Jair. Durante
este momento fizeram uso da palavra os prefeitos João Vianney, Eudes Ribeiro, o
vice-prefeito Idelfonso, dentre outras autoridades e amigos que homenagearam o
adolescente com mensagens, aboios e lágrimas.
Visivelmente emocionado o
pai do adolescente, o comunicador Adalberto Costa, agradeceu todas as
manifestações de pesar direcionadas à família e conduziu o carro de som que
acompanhou o cortejo fúnebre ao som das músicas de vaquejada pelas quais Jair
Costa tinha grande apreço.
Durante toda a tarde o que
se pode observar é que o município de Caldeirão Grande do Piauí está perplexo
diante de tamanha tragédia. Por ocasião da morte do adolescente as festividades
do município que aconteceriam na próxima sexta-feira (29) foram canceladas pelo
prefeito João Vianney.
ENTENDA O CASO:

O adolescente Jair Costa
tinha, de 16 anos, foi assassinado no último (26) com vários disparos de arma de fogo. Segundo informações de
testemunhas ouvidas pela PM, o adolescente não era o alvo dos disparos.
O tenente Gilson, da 4ª
Companhia do 4º Batalhão de Polícia Militar, disse que Jair estava sentado na
porta de uma residência, na zona urbana de Caldeirão Grande. O jovem conversava
com Valdenis Moreira Dias, de 19 anos, quando os dois foram surpreendidos por
dois homens em uma motocicleta. O que estava garupa atirou cinco vezes contra os
dois. Valdenis sofreu um tiro na perna, e Jair morreu no local. A dupla fugiu
logo após os disparos.
Segundo relatos, Jair não tinha nada a ver. Os tiros na verdade foram
contra Valdenis
“, conta o tenente Gilson. A investigação agora passa
para a Polícia Civil da região, que deve averiguar os motivos da tentativa de
execução contra Valdenis Moreira, e buscar os autores dos disparos. O jovem
Valdenis Moreira foi socorrido e levado para o Hospital Regional da cidade de
Fronteiras.

Veja as imagens:







RELACIONADOS