Bringel disse que pegou uma Araripina falida jogada às moscas, mas que em seis meses conseguiu recupera-la

Por - 09/07/2016
Ex-prefeito Bringel em entrevista – Foto Paulo Elias 
Em entrevista que foi
anunciada por esse blog, o ex-prefeito e ex-deputado Emanuel Bringel fez um
balanço da situação do município de Araripina nos últimos anos e fazendo
comparativos ao seu governo.
Bringel começou falando que
na época em que assumiu o seu primeiro mandato como prefeito em Araripina no
ano de 1997, segundo ele, pegou a cidade jogada as moscas. – “Quando eu assumi
o meu primeiro mandato, peguei Araripina jogada as moscas e, só precisei de
seis meses para recupera-la, contratei uma empresa de lixo, que na época era à
Locar, fiz um lixão e o problema foi resolvido, em seis meses de trabalho
ninguém falava mais em lixo em Araripina, mas da forma que está hoje, é pior
que um lixão”.
Faculdade
falida
– Bringel afirmou que pegou a faculdade falida, mas que
conseguiu recupera-la em muito pouco tempo.  
– “Licenciatura premia de história, geografia, letras e ciências,
estavam sem condições do professor lecionar, tudo atrasado, fiz um convênio e
dei 2.500 bolsas de estudos para os filhos de Araripina estudarem
gratuitamente, para que o mesmo direito que tinha o filho do rico, também
tivesse o filho do pobre, tudo isso eu fiz.
O colégio de Aplicação tinha
100 alunos estudando, peguei, coloquei 2 mil alunos, até caderno a prefeitura
dava, e tinha que dá mesmo, se tinha dinheiro no cofre era para ajudar e gastar
com povo, disse Bringel.
Vaquejadas
e Festa de São
João
– Uma tradição que o prefeito de Araripina conseguiu acabar, “lembro quando
criei o parque de vaquejada, onde trouxe para Araripina várias bandas e artistas
renomados, como Alcymar Monteiro, que fez até uma música com o nome de
Araripina, e hoje o que Araripina vê é sua tradição morrendo, acabaram com a
vaquejada. O São João nem se fala, na minha época as cidades vizinhas não tinha
direito de fazer festas que chamassem atenção, pois o São João de Araripina era
o maior do Sertão do Araripe, vinha gente de todas as cidades, Petrolina,
Salgueiro, o povo vinha tudo para Araripina, só que infelizmente hoje nossa
cidade não celebra mais festas, nem grande eventos, o único evento que esse gestão
fez que conseguiu mexer com toda a população, foi quando chegaram em Araripina
200 agentes da Polícia Federal
”.
Bringel disse que não
acredita de maneira nenhuma que um pai de família ou mãe de família, que tem
hoje o seu filho estudando numa escola pública de Araripina, onde a merenda
servida é cebola, vai ter coragem de sair de sua casa para dar um voto no
candidato do prefeito. “Eu não tenho nada contra o candidato do prefeito não, é
meu amigo, por sinal já votou até comigo, mas que infelizmente ele entrou na
estrada errada, pois quem votar em alguém do lado do prefeito é para dá continuidade
ao desgoverno que está”.
– Lancei Valdeir Batista
candidato a prefeito de Araripina eu tinha 85% de aprovação, quase que eu não
elejo ele, foi decido por 700 votos, aí, ‘um caba’ que tá com um índice de
rejeição mais alto da história de Araripina, quer eleger o sucessor, eu vou
bater palmas para ver, porque eu não acredito nisso de maneira nenhuma, não
existe essa possibilidade.
Bringel cobra explicações
sobre o porquê o prefeito e a assessora do Governo do estado não estavam na
Audiência Pública na Câmara municipal, onde o temo era Segurança Pública, – Porquê o prefeito e a senhora que se diz
assessora do governo não estavam na Câmara, vocês tinham que está lá,
defendendo e cobrando soluções ao governo do estado
. Ele lembra que quando
assumiu no lugar de Betinho a primeira preposição que ele fez foi trazer o PIB de
segurança para Araripina e região.
Bringel
deixa um recado final
– “quero dizer a todos, ao povo de
Araripina, meus conterrâneos, os vermelhinhos que sempre me acompanharam, que
eu amo esse povo, vamos está juntos para continuar na prefeitura de Araripina,
então nós não vamos deixar de votar numa pessoa experiente que tem pé no chão,
que sabe trabalhar, para votar numa pessoa que não cuida nem do que é dele,
imagina do que é do outros”, disse Bringel.
Dia 30 setembro Bringel
promete voltar ao rádio para mais uma entrevista, e anuncia convenção dia 05 de
agosto no Aplausos.