Brasil criou 280.666 vagas de emprego em maio, aponta Caged

Por - 01/07/2021

O país fechou o mês de maio com saldo de 280.666 novos postos de trabalho de carteira assinada. Segundo dados divulgados nesta quinta-feira (1º/7) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged), foram registradas e 1.548.715 admissões e de 1.268.049 desligamentos, no último mês.

De acordo com o relatório, com esse resultado, o país somou 1,233 milhão de postos nos cinco primeiros meses do ano. O número decorre de 7.971.258 admissões e de 6.737.886 desligamentos.

Este é o primeiro período sob os efeitos da retomada do Programa de de mantenção do emprego e da renda (BEm), o qual permite a suspensão de contratos de trabalho e redução de jornada e salários, com um período de estabilidade no emprego.

O projeto voltou em 27 de abril. De acordo com dados do governo, desde então, já somam 2.664.161 novos acordos em todo o país, que devem durar até o dia 26 de junho. Ao todo, a medida afetou 2.338.284 trabalhadores.

Em relação à remuneração dos brasileiros, entretanto, a notícia não é das melhores. Para o conjunto do território nacional, o salário médio de admissão em maio foi de R$1.797,10; comparado ao mês anterior, teve redução real de -R$ 76,23.

Atividades econômicas e regiões

Em maio, os dados registraram saldo positivo no nível de emprego nos cinco Grupamentos de Atividades Econômicas: Serviços (+110.956 postos), distribuído principalmente nas atividades de Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas (+59.208 postos), Comércio; reparação de veículos automotores e motocicletas (+60.480 postos), Indústria geral (+44.146 postos), concentrado na Indústria de Transformação (+39.183 postos), Agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura (+42.526 postos) e Construção (+22.611 postos).

O ministro da Economia, Paulo Guedes, comemorou o resultado. “Serviços são o destaque da criação de empregos deste mês. Está confirmada que a recuperação brasileira é abrangente. O ritmo está bastante rápido, porque 280 mil empregos em maio é uma notícia muito boa. Esperamos que mais iniciativas acelerem ainda mais a criação de empregos. Em breve traremos novidades”, afirmou em entrevista coletiva com a imprensa.

Fonte: Metropoles