Bolsonaro anuncia pacote de R$ 85 bilhões para fortalecer estados e municípios do Nordeste diante do coronavírus

Nesta segunda-feira (23), durante reunião via teleconferência com governadores do Nordeste, o presidente Jair Bolsonaro anunciou que o governo federal montou um plano no valor total de R$ 85,8 bilhões para fortalecer os estados e municípios da região diante da pandemia de coronavírus.

Entre as medidas, está a suspensão da dívida pública dos estados com a União, que hoje soma R$ 12,6 bilhões.

O chefe do Executivo disse que somente para a saúde vai transferir R$ 8 bilhões em um período de 4 meses. O valor é o dobro do que foi pedido pelos governadores, que queriam R$ 4 bilhões para ações emergenciais na área.

Além disso, será garantido um orçamento assistencial social de R$ 2 bilhões. O pacote ainda prevê a renegociação com bancos no valor de R$ 9,6 bilhões.

O presidente ainda garantiu a recomposição dos fundos de participação dos estados (FPE) e dos municípios (FPM) num valor de R$ 16 bilhões, por meio de seguro para queda de arrecadação.

Sobre operações de crédito, Bolsonaro anunciou o aporte de R$ 40 bilhões aos nove estados.

VEJA COMO SERÁ FEITA DISTRIBUIÇÃO DOS RECURSOS

Saúde: R$ 8 bilhões

Recomposição FPE e FPM: R$ 16 bilhões

Orçamento assistencial social: R$ 2 bilhões

Suspensão da dívida dos estados com a União: R$ 12,6 bilhões

Renegociação da dívida com bancos: R$ 9,6 bilhões

Operações com facilitação de crédito: R$ 40 bilhões

Por Marcos Rocha/Conexão Política