Banco é condenado a indenizar cliente por demora em fila no DF

Por - 13/01/2016
Foto/Reprodução

Um banco privado foi
condenado a pagar indenização por danos morais, no valor de R$ 2 mil, o cliente
que ficou cerca de 1h40 esperando para ser atendido e mais de 20 minutos para
finalizar a transação bancária devido a um erro de identificação. A decisão foi
unânime e ainda cabe recurso.

O autor da ação esteve em
uma agência do Banco Bradesco em agosto de 2014 para descontar um cheque. Após
o longo tempo de espera, o cliente afirma que houve problemas na identificação
do emitente do cheque. Assim, entrou com processo contra o banco por ter
extrapolado o tempo máximo de espera em fila estabelecido em lei e o pagamento
de indenização por dano moral.
A 1ª Turma Recursal do
Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios julgou procedentes os
pedidos . “Ao consumidor devem ser asseguradas condições adequadas de
atendimento no local destinado aos serviços disponibilizados no mercado de
consumo, ou seja, no estabelecimento bancário, preservando a dignidade do
usuário”, disse o relator do projeto na sentença. Com informações do TJDFT

Estamos localizados na AV. Antônio de Barros Muniz 563, Bairro Planalto, Araripina-PE. 
Matriculas através do cel:(87) 9 9122-9400.