Aulas do curso de Medicina começam em setembro em Picos, CE

Por - 05/05/2016
Está cada vez mais próxima
a efetivação do curso de Medicina no campus Senador Helvídio Nunes de Barros da
Universidade Federal do Piauí. No primeiro edital para contratação de
professores, oito foram aprovados e nomeados, boa parte destes sendo para a
região de Picos. Agora, basta apenas que eles assinem os termos de posse nos
próximos dias.
Ainda em relação ao
concurso para contratação de docentes, ficaram remanescentes cinco vagas a
serem preenchidas, algumas por não terem inscritos e outras por não terem
atingido a média de aprovação. Com isso, foi reaberto o edital que já está em
fase de inscrição para as novas vagas que completarão o quadro de docentes
suficientes dar início ao curso.
Sobre a estrutura, a
diretora do campus, Prof.ª Dr.ª Maria Alvenir Barros Vieira, em entrevista ao
Grande Picos, informou que já esta em fase de conclusão a construção das salas
provisórias que abrigarão o curso de Medicina em sua fase inicial.
Segundo ela, o bloco
permanente será implantado em breve no espaço onde hoje está localizado o
CEASA, conforme acordo feito com o Governo do Estado. Este espaço sediará dois
blocos, um de três e outro de quatro pavimentos. O que falta, segundo ela, é a
finalização dos termos de cessão de uso do local.
A expectativa é que as
aulas do curso comecem a ser ministradas em setembro deste ano. Quanto à
seleção dos alunos para compor a primeira turma, deve acontecer no mês de
junho, com as notas do Enem 2015 através de um edital do Sistema de Seleção
Unificada (Sisu).
De acordo com a diretora,
boa parte das primeiras disciplinas do curso de Medicina serão ministradas nas
turmas de Biologia – curso que atualmente conta com o maior número de
professores doutores e pós-doutores.

“Não podemos perder a
oportunidade que o Governo Federal nos dá, que são os códigos de vagas. Quanto
maior o número de professores dentro da instituição na área de saúde, melhor
para os cursos desta área, maior o volume de trabalhos que poderão desenvolver
dentro do campus, não só em termos de ensino, mas em pesquisa e extensão”,
finaliza a diretora. (Fonte: Grande Picos)