Araripinense está produzindo máscaras para doações

Em meio ao cenário de medo, angústia e incertezas, surge a solidariedade. A pandemia do coronavírus chegou ao Brasil, ao Pernambuco e também ao Sertão, mudando o cotidiano do seu povo, mas não demorou para surgirem atitudes de quem olha para a sociedade como um todo, e quer contribuir de alguma forma, seja doando material, esforços, tempo e até a criatividade para ajudar a prevenir e combater o Covid-19.

É o caso do Ramon Dantas, Araripinense, entusiasta e profissional de Tecnologia, que, aliando profissionalismo e solidariedade, teve a ideia de produzir máscaras em impressora 3D, juntando-se ao grupo nacional de profissionais da tecnologia, que tem por missão criar e produzir equipamentos de combate ao COVID- 19.

Da sua casa ele realiza a produção de Máscaras Face Shields, um tipo de proteção física, que serve como anteparo, evitando que gotículas ou secreções maiores respinguem nas máscaras faciais durante o atendimento ao paciente, evitando a contaminação dos profissionais de saúde. A impressora 3D está trabalhando 24 horas por dia, cada equipamento leva até quatro horas para ficar pronto e na sua produção é utilizado filamento — plástico — que passa pelo bico quente da impressora, derrete e deposita camada por camada para formar o modelo desenhado no computador.

Ramon está trabalhando na produção das Face Shields e logo estará doando algumas às unidades de saúde. Já conta também com o apoio de amigos, sociedade civil e entidades do governo local para disponibilizar o equipamento de proteção individual para um maior número de profissionais de saúde do município.

Além disso, criou um canal no YouTube, onde ensina, de forma totalmente gratuita, a jovens e demais entusiastas, alguns conceitos de tecnologia, soluções de problemas e ainda como tornar sua casa inteligente, através da iot, a famosa internet das coisas. Onde você pode aproveitar o seu tempo para entender um pouco mais sobre a tecnologia, se qualificar, e até se tornar um profissional do mercado tecnológico.

O canal é o Alguma Coisa na Tecnologia, se você é um interessado vale a pena da uma conferida lá.

Se você quer acompanhar um pouco mais do trabalho desenvolvido por ele, pode seguir o Instagram @algumacoisanatecnologia, e você conhecerá um pouco mais das novidades tecnológicas.

AF News/Redação/Foto: Reprodução