Depois da repercussão negativa entre torcedores e, principalmente, torcedoras nas redes oficiais do time, o Fluminense de Feira de Santana (BA) desistiu de contratar o goleiro Bruno.

Conforme adiantou o R7, o clube baiano era um dos três na briga pela contratação do atleta, condenado a mais de 20 anos de prisão pela morte da ex-modelo Eliza Samudio, em 2010. O Tupi, de Juiz de Fora, e o Cuiabá ainda tentam contar com o ex-goleiro do Flamengo, na temporada 2020. 

Depois de receber autorização para deixar a prisão em Varginha, a mais de 300 km de Belo Horizonte, e cumprir o restante da pena em regime semiaberto, Bruno não foi bem aceito por parte da torcida do Tricolor de Feira. 

Em comunicado divulgado nas redes sociais, a diretoria confirmou a pressão recebida nas redes. 

A reportagem é do R7