Após acordo, oposição no Senado não vai obstruir votação da reforma da Previdência em segundo turno

O senador Otto Alencar, líder do PSD na Casa, afirmou ao Blog O Povo com a Notícia que a oposição não vai obstruir a votação da reforma da Previdência no segundo turno, que deve ocorrer ainda este mês. A mudança ocorre após acordo sobre o rateamento de parte dos recursos do leilão do pré-sal.
“Continuo votando contra, mas não vamos obstruir. Vou votar contra, porque aqueles pontos não foram atendidos”, disse o senador baiano, se referindo a outros pontos estabelecidos junto ao governo, que ainda não foram garantidos.


Otto também reclama que tentou apresentar emendas para reduzir idade de aposentadoria de 65 para 62 anos, e 62 para 60 anos, homens e mulheres, respectivamente, mas o relator não acatou.


Nesta terça-feira (15) acontece na Comissão de Assuntos Econômicos (CAS) do Senado a votação do Projeto de Lei 5478/2019, que define o rateio, entre estados e municípios, de parte dos recursos do leilão de petróleo do pré-sal a ser realizado no próximo dia 6 de novembro. O senador informou que, após passar pela comissão, será solicitado um requerimento de urgência para votar a proposta no mesmo dia em Plenário.