43 mil mortes no Brasil pela Covid-19. Como enfrentar a morte e o luto?

A relative stands at a distance during the burial of Robson de Souza Lopes at Parque Taruma cemetery in Manaus, Brazil, Tuesday, March 31, 2020. According to authorities at the Amazonas Health Secretary, the 43-year-old musician died Monday after being diagnosed with COVID-19. (AP Photo/Edmar Barros)

As mortes ocasionadas em decorrência da Covid-19 têm preocupado pessoas do mundo todo e abalado o país. A perda de um ente querido é um momento delicado, e nem sempre sabemos lidar com sabem este processo. Segundo o psicólogo André Pereira Novaes, o processo da perda é composto por cinco estágios: negação, raiva, barganha, depressão e aceitação. Nem sempre esses sentimentos seguem uma sequência lógica, não existem maneiras mais ou menos corretas de lidar o processo de luto. “O luto é uma experiência pessoal e única para cada pessoa”, disse.

Como enfrentar a morte e o luto? Estamos preparados para isso?

Para comentar o assunto colocamos à disposição, André Pereira Novaes, psicólogo e coordenador do curso de Psicologia da Universidade UNG.

Isabella Araújo/Universidade UNG