16 políticos de Pernambuco aparecem na lista de transferências da Odebrecht

24/03/2016 15h58
Entre os mais de 200
políticos citados na lista de possíveis repasses da Odebrecht, 16 são de
Pernambuco. O documento, apreendido pela Polícia Federal na Operação Lava Jato
em fevereiro, foi divulgado nesta quarta- feira (23) e revela uma longa
sucessão de transferências para deputados, senadores, prefeitos, governadores e
legendas políticas.
Apesar de citados nas
planilhas, os nomes dos políticos e os valores relacionados não devem ser
automaticamente considerados como prova de que houve dinheiro de caixa 2 da
empreiteira. São indícios que serão esclarecidos no curso das investigações da
Lava Jato.
O líder da oposição na
Câmara do Recife, Osmar Ricardo (PT), repercutiu a citação dos pernambucanos e
os acusou de “demagogos”. “Os deputados fazem oposição ferrenha a Dilma,
querendo pagar de bom moço e recebe propina. Debate demagogo”, disparou.
Veja quem são os políticos
de PE citados:

Armando Monteiro Neto
(PTB), Betinho Gomes (PSDB), Bruno Araújo (PSDB), Daniel Coelho (PSDB), Eduardo
Campos (PSB – falecido), Elias Gomes (PSDB), Ettore Labanca (PSB), Fernando
Bezerra Coelho (PSB), Geraldo Júlio (PSB), Humberto Costa (PT), Jarbas
Vasconcelos Filho (PMDB), Mendonça Filho (DEM), Pedro Eugênio (PT – falecido),
Raul Jungmann (PPS), Severino Branquinho (PSB), Vado da Farmárcia (PSB).

Sobre o Autor

Allyne Ribeiro